Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

atlas de bolso

travel blog

Sex | 29.11.19

O essencial de Filadélfia num dia

Rui Pedro Silva

 

Nota prévia: um dia em Filadélfia é pouco. Sentimos a necessidade de fazer as coisas a correr e há sempre o risco de não conseguirmos absorver o essencial da cidade que foi, em tempos, a capital dos Estados Unidos. Mas, ao mesmo tempo, se tiverem a oportunidade de passar umas horas não hesitem. Vão encontrar algo que não existe em mais lado nenhum.

Filadélfia esteve desde o início no nosso radar para a viagem a Washington. A proximidade geográfica – cerca de duas horas de autocarro que na altura custou apenas dois euros (ida e volta) – é um convite a juntar as duas e não se vão arrepender, independentemente do tempo que acabarem por passar por lá.

O berço dos Estados Unidos

A cidade é, sobretudo, a sua história, por isso é inevitável fazer do Independence National Historical Park o centro da viagem. Aqui, vão poder visitar, com guia, o Independence Hall, o histórico edifício onde foi assinada a Declaração de Independência. O local está praticamente na mesma e é facílimo sentir a atmosfera vivida na altura, quando os estados se uniram e viraram costas ao Reino Unido.

Daí, poderão explorar as redondezas a pé e sem grande dificuldade. As opções, sempre com base na cultura, história e tradição, são enormes. O famoso sino da liberdade está do outro lado da rua e podem visitá-lo com enorme facilidade. Depois também têm o National Constitution Center, com exposições e sessões de vídeo que ajudam a compreender ainda melhor como os Estados Unidos se transformaram naquilo que são hoje.

No mesmo raio de ação poderão visitar ainda o túmulo de Benjamin Franklin, o Museu Nacional da História dos Judeus Americanos, o Museu da Revolução Americana e alguns dos bancos e mercados mais antigos do país.

Por falar em mercados, e se o vosso apetite estiver para aí virado, não percam a oportunidade de experimentar o famoso Philly Cheesesteak.

Por esta altura, o vosso objetivo poderá passar por explorar a zona da downtown, com destaque para o famoso edifício da câmara. Aqui, poderão entrar também no espírito de Bruce Springsteen e limitarem-se a vaguear pelas… ruas de Filadélfia, sem destino aparente. De qualquer modo, recomendamo-vos que façam a enorme Benjamin Franklin Parkway, que vos vai levar até ao Museu de Arte de Filadélfia.

Dois gatos pingados na escadaria do Rocky

Pode ser um desafio para as pernas – e para o corpo inteiro, sobretudo se apanharem uma chuvada monumental como nos aconteceu – mas o misticismo da caminhada vai recompensar no final, quando virem a estátua do Rocky, subirem a famosa escadaria e olharem para aquela enorme avenida como o próprio Sylvester Stallone olhou no emblemático filme.

Se tiverem algum tempo disponível, divirtam-se também a ver a quantidade de pessoas que sobe as escadas a imitar a famosa cena. Até carros param em segunda fila para pais deixarem filhos pequenos correr escadaria, culminando com uns golpes na atmosfera. Não haverá muitas experiências assim.