Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

travel blog

Londres como uma «escala» perfeita para os Estados Unidos

A capital de Inglaterra faz parte de um triunvirato de cidades europeias que está no topo das preferências de milhões de turistas. Pode não ter o glamour de Paris ou a história antiga de Roma, mas assume-se como um centro de cosmopolitismo e com uma história suficientemente rica para seduzir os apaixonados por este tipo de destinos. A cidade vale por si. Tem imenso para ver e oferece soluções a quem gosta mais de natureza, história, arte, teatro, cultura de rua ou mesmo deporto (...)

O essencial de Filadélfia num dia

  Nota prévia: um dia em Filadélfia é pouco. Sentimos a necessidade de fazer as coisas a correr e há sempre o risco de não conseguirmos absorver o essencial da cidade que foi, em tempos, a capital dos Estados Unidos. Mas, ao mesmo tempo, se tiverem a oportunidade de passar umas horas não hesitem. Vão encontrar algo que não existe em mais lado nenhum. Filadélfia esteve desde o início no nosso radar para a viagem a Washington. A proximidade geográfica – cerca de duas horas de (...)

Odiar Nova Iorque... e aprender muito com isso

New York... Concrete jungle where dreams are made of": a voz da Alicia Keys ressoa muitas vezes na minha cabeça quando penso em Nova Iorque, mas fico-me sempre pela selva de cimento - não fui a NYC para realizar sonhos. Voltemos atrás: fui eu que exigi incluir a cidade como paragem na minha primeira viagem aos Estados Unidos, enquanto o Rui me tentava convencer a começar por Washington D.C., que seria novidade para os dois. Eu estava convicta - "Não faz sentido nenhum ir aos EUA e (...)

O lado desportivo da capital dos Estados Unidos

Washington é uma das 13 metrópoles norte-americanas que contam com pelo menos uma equipa para cada grande desporto profissional dos Estados Unidos. Mas nem por isso tinha tido muitas razões para festejar até 2014, quando visitámos a capital do país. Os Wizards (NBA), Nationals (MLB), Capitals (NHL) e Redskins (NFL) somavam fracasso atrás de fracasso mas começava a viver-se uma era de confiança. É esta a substância dopante do desporto: a esperança. E aí, de facto, não havia (...)

Guia para ver o indispensável de Washington D.C. em três dias

  Quanto tempo é preciso ficar na capital dos Estados Unidos para ver os indispensáveis? É fácil dizer que um dia (muitíssimo bem aproveitado e com muitos quilómetros nos pés) daria para explorar o National Mall e os seus monumentos, museus e memoriais, mas a verdade é que Washington merece mais do que um único dia - e aventuras para além dos limites do Mall. Esta é a nossa proposta para aproveitar três dias na cidade... e ficar com vontade de voltar.   Dia 1 - O National Mall N (...)

Uma viagem à capital dos Estados Unidos… com dois bónus

Os tempos eram outros. Os Estados Unidos ainda não estavam no horizonte da Sarah e não foi (muito) fácil convencê-la a aceitar o desafio de ir a Washington. Quando nos conhecemos, eu tinha uma viagem praticamente anual para ir ver todo o tipo de desportos, mas precisei de mais de um ano para a seduzir a seguir o mesmo caminho (e eventualmente fazer crescer a semente que nos levou ao atlas de bolso). Washington e Filadélfia eram duas das minhas prioridades. Como ficam relativamente (...)

Top-5 de Praga

A capital da República Checa – ou Chéquia, como é correto dizer atualmente, embora demore a entranhar – é, muito provavelmente, uma das cidades europeias que mais vale a pena visitar, fora do eixo Londres-Roma-Paris. Pode não ter a mesma fama mas, acreditem em nós, o proveito não falta. Esta é a nossa lista de atividades imperdíveis.   1. Praça da Cidade Velha O relógio astronómico garante diversão, dos miúdos aos mais graúdos. A expetativa por cada hora certa cresce e (...)

Guia para um fim-de-semana prolongado em Praga

A capital da República Checa é uma das cidades mais encantadoras da Europa Central. Sem ter a fama de capitais como Paris, Londres ou Roma, oferece um leque de opções turísticas capaz de seduzir até os mais desinteressados. É uma cidade bonita, cheia de atrações e que promove as caminhadas – mesmo as mais difíceis. Nós ficámos conquistados: não havia como não. Dia 1 Não há nada melhor do que ver uma cidade pela primeira vez. A curiosidade e a antecipação são enormes e (...)

Praga - uma escapadela europeia perfeita

Já andávamos nisto das viagens há um aninho quando nos apareceu "no colo" a viagem a Praga. Não que o preço do voo fosse fantástico - na altura contentávamo-nos com pouco - mas calhou aparecer-nos à frente quando andávamos mais para aí virados. (Se calhar foi porque sabíamos que a nossa família ia lá estar umas semanas depois e queríamos ganhar-lhes, quem sabe?) Praga é uma opção formidável para quem anda a desbravar caminho pela Europa - dá para aproveitar num (...)

Como decidimos fazer uma pitstop de dia e meio em Copenhaga

  Copenhaga inaugurou uma "tradição" que temos tentado cumprir, mas sem stresses: oferecer um ao outro viagens como prenda de anos. Vá-se lá saber porquê, a coisa pegou. Tudo começou com uma fantástica promoção da Easyjet, que nos oferecia voos de ida e volta para a capital dinamarquesa por 44 euros. Os presumíveis contras? Os voos eram em janeiro - quão frio estaria naquela altura? - e, aproveitando aquele preço, só teríamos um dia e meio para aproveitar a cidade. A (...)