Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

travel blog

Londres como uma «escala» perfeita para os Estados Unidos

A capital de Inglaterra faz parte de um triunvirato de cidades europeias que está no topo das preferências de milhões de turistas. Pode não ter o glamour de Paris ou a história antiga de Roma, mas assume-se como um centro de cosmopolitismo e com uma história suficientemente rica para seduzir os apaixonados por este tipo de destinos. A cidade vale por si. Tem imenso para ver e oferece soluções a quem gosta mais de natureza, história, arte, teatro, cultura de rua ou mesmo deporto (...)

Top-5 de Paris

A capital francesa é uma cidade tão concorrida que fazer uma lista de cinco coisas a não perder acaba por ser sempre uma tarefa ingrata. Cada pessoa terá as suas preferências mas mesmo assim arriscamo-nos a apresentar uma sugestão, com muitos regalos para os olhos e alguma introspeção. 1. Passeio pelo Sena Se o tempo ajudar, dificilmente poderão encontrar algo melhor. Podem começar na zona da Catedral de Notre Dame, mesmo depois do incêndio, e seguir pelas margens do rio (...)

Um sábado em Roland Garros

Filas para entrar, para sair, para comer e para ir à casa de banho, insetos terríveis que obrigaram a uma visita à enfermaria e um sol imperdoável. A nossa experiência no Grand Slam parisiense teve disto tudo, mas também teve ténis de alto nível.   Uma experiência marcada há anos   Alguns sonhos existem para não ser realizados, mas eu não tenho desses. Sou uma rapariga de sonhos simples de realizar, ainda que nem sempre baratos. Assistir a um dia de ténis em Roland Garros (...)

Guia para um fim de semana em Madrid

Este é capaz de ser o post mais difícil que já escrevi para aqui. É que Madrid, como já vos dissemos, não nos sabe a viagem. Damos lá um pulinho de vez em quando, nunca passamos mais de duas noites, vemos umas coisas novas - ou repetimos as anteriores - e pronto, estamos de volta.   Tirando Lisboa (e arredores), é a cidade onde estivemos mais vezes juntos nos últimos seis anos. E, tal como em Lisboa, muitas vezes esquecemo-nos de pegar na máquina fotográfica - por isso é que (...)

Adeus, ano. Olá, ano.

  Não costumo fazer grandes reflexões no final do ano, nem antever o que vem aí no próximo. Ou não costumava: no final de 2016 isso mudou. Precisava que chegasse outro ano, e urgentemente; precisava de um ano melhor. 2017 foi ainda pior. E, novamente, cheguei ao final do ano e pensei “não, a sério, o próximo tem de ser melhor”.   E sabem quando sentem realmente que agoiraram a coisa? O início de 2018 foi terrível. Acho que nunca um ano começou tão mal – às vezes (...)

As mil e uma formas e razões para ir a Madrid

  Há quem adore Madrid. Quem tenha uma ligação especial à grande capital europeia que está aqui mesmo à mãozinha de semear. Quem adore as tapas, as compras, os espetáculos e o movimento das ruas. Não é o nosso caso. Madrid tem, para nós - ou melhor, para o Rui - um encanto especial, e chama-se Club Atlético de Madrid. É uma paixão assolapada que já nos fez ir mais vezes do que seria normal até ao lado de lá da fronteira. De vez em quando, Madrid tem outros encantos (...)

Top-5 de Boston

  Boston é uma cidade com muito para oferecer e estar a resumir tudo a apenas cinco sugestões pode ser uma tarefa ingrata. A história, as vistas e o desporto surgem num lugar de destaque para uma visita que deve exigir pelo menos quatro dias (inteiros).   1. Seguir o Freedom Trail É como se a própria cidade quisesse fazer um favor aos turistas e indicasse o caminho a percorrer para visitar os pontos mais importantes da sua história. Além de passar por alguns dos sítios mais (...)

Salem - um sábado passado entre bruxas

  Seguindo a nossa mais recente tendência, quando decidimos ir a Boston passar um fim-de-semana grande em novembro, achámos por bem incluir uma visita a outra cidade. Pela proximidade e facilidade de transportes, e pela data em que fomos – logo depois do Halloween – escolhemos Salem. Situada a pouco mais de meia hora de comboio de Boston, a cidade é quase automaticamente associada a bruxas, não há como fugir. Grande parte dessa associação vem dos infames Salem Witch Trials (...)

Ver um River Plate-Boca Juniors numa final da Libertadores… em Madrid

Quando começámos a viajar não tínhamos uma lista de eventos desportivos que queríamos mesmo ver. Até demorámos algum tempo a perceber que nos encaminhávamos cada vez mais para este tipo de turistas. É claro que a Sarah tinha o sonho de ir ver a Gales a Cardiff e eu já tinha visto vários jogos de praticamente todas as modalidades, menos futebol americano, nos Estados Unidos antes de a conhecer, mas nas viagens a dois isso não foi necessariamente um tópico de conversa no início.   Não tínhamos uma bucket list de desporto até… a ter. NBA, basebol e futebol americano nos Estados Unidos foram desejos naturais e ver o Mundial de Râguebi era uma semente que crescia na Sarah há alguns anos mas de resto foi uma tábua rasa. (...)

Uma viagem ao passado à boleia da JFK Library

  “JFK” é nome de filme, de documentário, de monumento. Para os… menos crescidos, é uma figura que faz parte da história, sem estar demasiado próxima de nós. Afinal, o seu assassinato ocorreu há mais de 50 anos. Por isso mesmo, e apesar de saber da existência de uma biblioteca-museu em seu nome, e de ter alguma curiosidade, nunca pensei seriamente fazer o desvio – estando em Boston – para ir até lá. Os americanos têm esta tradição de ter uma biblioteca-museu em (...)