Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adeus, ano. Olá, ano.

  Não costumo fazer grandes reflexões no final do ano, nem antever o que vem aí no próximo. Ou não costumava: no final de 2016 isso mudou. Precisava que chegasse outro ano, e urgentemente; precisava de um ano melhor. 2017 foi ainda pior. E, novamente, cheguei ao final do ano e pensei “não, a sério, o próximo tem de ser melhor”.   E sabem quando sentem realmente que agoiraram a coisa? O início de 2018 foi terrível. Acho que nunca um ano começou tão mal – às vezes (...)