Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Top-5 de Paris

A capital francesa é uma cidade tão concorrida que fazer uma lista de cinco coisas a não perder acaba por ser sempre uma tarefa ingrata. Cada pessoa terá as suas preferências mas mesmo assim arriscamo-nos a apresentar uma sugestão, com muitos regalos para os olhos e alguma introspeção. 1. Passeio pelo Sena Se o tempo ajudar, dificilmente poderão encontrar algo melhor. Podem começar na zona da Catedral de Notre Dame, mesmo depois do incêndio, e seguir pelas margens do rio (...)

Um sábado em Roland Garros

Filas para entrar, para sair, para comer e para ir à casa de banho, insetos terríveis que obrigaram a uma visita à enfermaria e um sol imperdoável. A nossa experiência no Grand Slam parisiense teve disto tudo, mas também teve ténis de alto nível.   Uma experiência marcada há anos   Alguns sonhos existem para não ser realizados, mas eu não tenho desses. Sou uma rapariga de sonhos simples de realizar, ainda que nem sempre baratos. Assistir a um dia de ténis em Roland Garros (...)

Guia para um fim-de-semana em Paris

Um fim-de-semana em Paris está, obviamente, condicionado pelo tempo: o das 48 horas (mais coisa, menos coisa) que tem, mas também o que nos obriga a fugir da chuva e da neve ou a despir os casacos porque está demasiado calor.   Nós tivemos a sorte de já visitar Paris com um dos piores nevões dos últimos anos, com tempo primaveril e com um calor abrasador: este guia tenta jogar com as possibilidades. E não esquece que a Catedral de Notre Dame é para ver, mesmo que ardida e por fora.   (...)

Paris: o início da história do atlas de bolso

  Paris foi a nossa primeira viagem, em janeiro de 2013 - não foi necessariamente pelo cliché, mas porque o Rui não conhecia e eu não me lembrava de nada, encontrámos um voo que achámos barato (como as coisas mudam!) e aconteceu. Muitas das nossas viagens "acontecem", agora que penso nisso - foi assim que fui parar à China, por exemplo.   (Available in English) (...)

Top-5 de Toulouse

  A cidade do sul de França tem uma oferta muito diversificada, sobretudo se alinharem na rota dos museus, com destaque para o do Airbus e o do espaço, e não há forma de escapar à beleza de um sítio que ainda não entrou na lista dos locais mais turísticos do país mas que não fica muito atrás de outros nomes mais famosos. Aqui fica o nosso top-5.   1. As ruas “rosa” de Toulouse É conhecida por cidade rosa por alguma razão. A cor do tijolo dá-lhe uma aura especial, (...)

Guia para um fim-de-semana alargado em Toulouse

  Entre Lisboa e Toulouse há voos diretos e é possível estar despachado do aeroporto em poucos minutos; nós, depois das duas da tarde, estávamos a caminho do centro e pudemos aproveitar o fim-de-semana como se estivéssemos em Portugal e tivéssemos dormido até mais tarde. O transporte até ao centro da cidade é fácil – e barato – através de transportes públicos e depois de despachar o check-in no hotel (a cidade não é muito grande por isso o difícil é reservar um (...)

Um jogo de râguebi do Top-14 em França

Já vos contámos como acabámos por arranjar uma viagem para Toulouse. Claro que, pouco depois, a dúvida era o que podíamos encaixar: sendo o Stade Toulousain uma das maiores potências históricas do râguebi francês, era uma escolha natural.   As datas para o Top-14, o campeonato francês, só foram divulgadas mais tarde, por isso o plano inicial não (...)

Toulouse como solução para o aborrecimento

Planear viagens tem tanto de preparação como de improviso. Quando começámos, em 2013, tínhamos uma lista de cidades europeias que queríamos mesmo visitar mas não demorou muito até começarmos a ceder ao improviso do preço imbatível que não podemos não aproveitar.   De meses a meses, sentamo-nos à mesa, cada um com uma caneta e uma folha de papel para estabelecer os nossos top-15 individuais. Depois de escrever, atribuímos um ranking acumulado às nossas escolhas: se uma (...)

Abraçar a adversidade e ir à descoberta em Lyon

  As viagens são capazes de nos marcar pelas mais variadas razões. Podem não passar de pormenores avulso, sem grande impacto no balanço final, mas nem por isso deixam de se tornar num sinónimo automático sempre que nos lembramos de um destino.   (Also available in English) O dia em Lyon será lembrado para sempre como aquele em que decidimos que nunca daremos o nome de Dinis a um filho, (...)