Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

travel blog

Relato de uma viagem ao inferno (em Los Angeles)

Algum dia havia de acontecer. Com pelo menos quatro ou cinco viagens por ano, umas maiores e outras só um pulinho de fim-de-semana, as probabilidades diziam-nos que algum dia um de nós haveria de ficar bastante doente longe de casa. Já tínhamos passado por uma insolação que nos cortou dois dias de férias de praia, em Marrocos, e já tínhamos tido a dor de garganta ocasional. O que não esperávamos, e até dispensávamos, era que quando a verdadeira doença chegasse estivéssemos: (...)

Ir ao cinema no coração de Hollywood

Ano após ano, as imagens entram-nos pela televisão e pelas redes sociais mesmo que queiramos fugir. A cerimónia dos Oscars merece uma ampla cobertura e vemos sempre imagens da Hollywood Boulevard, em frente ao Dolby Theatre, com passadeira vermelha, estrelas de cinema e múltiplas entrevistas. Não é por acaso que aquele quarteirão é um dos pontos mais turísticos de Los Angeles. Toda a gente quer ver as estrelas no chão do passeio, as marcas das mãos gravadas no cimento, os (...)

Regressar ao Staples Center… com Kobe Bryant

Soubemos que íamos regressar a Los Angeles em março de 2019. A viagem estava marcada para o final do ano e ainda não dava para planear grande coisa. Percebemos que, com sorte, seria possível voltar a ver um jogo da NBA no Staples Center, quatro anos e meio depois de termos estado presentes no jogo de despedida de Kobe Bryant. Aliás, só mesmo com muito azar é que durante os dias que (...)

Top-5 de Los Angeles

Los Angeles é uma daquelas cidades de onde me parece impossível sair sem ficar com a impressão que ficou muito por ver. Ao contrário do que muitos vaticinavam, eu adorei a cidade, mas não me livrei dessa sensação - parece que vou ter de lá voltar. Entretanto, vou recordando o que de melhor encontrei por lá.   1. Pôr-do-sol no Griffith Observatory Não há experiência melhor em Los Angeles do que ver um pôr-do-sol no Griffith Observatory. Ponto final (...)

A grandeza enganadora num jogo dos LA Dodgers

É difícil crescer em Portugal sem nunca ter sido sujeito a pelo menos uma referência dos Dodgers. São uma das mais famosas equipas de basebol, tiveram o primeiro afro-americano na história do desporto (Jackie Robinson) e são uma referência comum em filmes norte-americanos.   A ligação mais forte com Portugal é, ainda assim, outra. Desde a década de 90 que somos suscetíveis ao merchandising dos Dodgers, um pouco sem saber. Os famosos chapéus com o LA por cima da pala são da (...)

Quatro dias em Los Angeles

  É fácil cair no erro de acreditar que não se consegue aproveitar verdadeiramente Los Angeles sem alugar um carro. Compreendendo as vantagens, é possível poupar muitos dólares e horas passadas no infame trânsito angelino e, mesmo assim, visitar o essencial da cidade com recurso ao metro (sim, ele existe e está cada vez melhor) e aos autocarros. Da downtown a Hollywood, dos eventos desportivos à tarde em Santa Monica, passando por um pôr-do-sol no Griffith Observatory, o leque (...)

Os planos da nossa aventura californiana (em São Francisco e Los Angeles)

  À conta deste texto, estive a tentar perceber qual é a lógica das nossas viagens, especificamente aquelas que fazemos até aos Estados Unidos. A verdade é que acho que não existe grande lógica.   Enfim, depois da nossa primeira viagem - em que visitámos Washington D.C., Nova Iorque e Filadélfia (esse relato há de chegar) - começámos a pensar onde podíamos ir a seguir. Claro que o Rui votava em Boston, mas, lá no fundo, sabia que não fazia muito sentido repetir tão cedo (...)

O Imperdível de Los Angeles

  Há dias disseram-me: "Então diz-me lá do que gostaste em LA".   É um desafio fácil, mas difícil: dizer que Venice é adorável, que a Downtown é aquilo que nunca pensamos que Los Angeles possa ter, que Hollywood não está cheio de loucos e miúdas meio nuas e que Chinatown é outro mundo, onde se comunica mais facilmente em espanhol do que inglês, é a parte fácil. A parte difícil é explicar como é que isso me fez adorar uma cidade que, meses antes, me fazia revirar os (...)

O último capítulo de uma lenda chamada Kobe Bryant

  Estrela dos LA Lakers despediu-se a 13 de abril de 2016 com uma exibição memorável em que marcou 60 pontos no triunfo sobre os Utah Jazz. Para trás, ficou uma carreira brilhante com cinco títulos e muitas noites de deixar a boca aberta (sem ser de sono). Agora será alvo de uma derradeira homenagem: o Staples Center vai pendurar os números com que Kobe fez história (8 e 24).   (Also available (...)