Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

atlas de bolso

travel blog

Ter | 30.10.18

Top-5 de Atlanta

Atlanta não é o principal destino turístico dos Estados Unidos, mas tem muito para oferecer. Capital dos movimentos dos direitos civis no passado, herdou um legado brutal na transmissão da história. Mas Atlanta tem também espaços verdes e outro tipo de museus que justificam uma passagem pela Geórgia, mesmo que por poucos dias.

 

1. Visitar o King District e aproveitar o tour gratuito à casa onde nasceu Martin Luther King Jr.

Túmulo de Marting Luther King Jr., no King District

Há museus, exposições e espaços verdes mas o King District é o que é verdadeiramente por ter a casa onde nasceu Martin Luther King Jr., a 15 de janeiro de 1929. As visitas são gratuitas e há um guia que nos acompanha ao longo de cada divisão da casa com histórias deliciosas sobre os primeiros anos de vida do ativista.

 

2. Compreender o passado e temer o presente no Center for Civil and Human Rights

Center for Civil and Human Rights

Martin Luther King Jr. não é o único ícone ativista destacado em Atlanta. No Center for Civil and Human Rights, temos três andares de história que nos fazem recordar que o mundo já foi um local muito mais sombrio. Com experiências que são um verdadeiro soco no estômago, o museu é também um grande abre-olhos para os perigos que a sociedade atual está a correr sem se preocupar muito com isso.

 

3. Ser seduzido pelo World of Coca-Cola

World of Coca-Cola

Não é preciso gostar de Coca-Cola, nem de nenhuma das bebidas associadas, para gostar de uma visita a este museu. Nenhum dos capítulos da história da marca criada em Atlanta é ignorado neste espaço e até há lugar para uma sala de degustação com centenas de bebidas.

 

4. Passear pelo Oakland Cemetery

Oakland Cemetery

É um dos muitos espaços verdes que Atlanta, conhecida como "a cidade numa floresta", oferece, com uma visita privilegiada sobre o centro da cidade. A organização dos cemitérios norte-americanos é sempre deslumbrante e neste caso há direito a visitar as campas de lendas do golfe, como Bobby Jones, ou da literatura, como Margaret Mitchell. Outros espaços verdes recomendados incluem o Beltline Trail e o Piedmont Park.

 

5. Compreender a paixão no College Football Hall of Fame

College Football Hall of Fame

Atlanta é uma cidade repleta de museus e estão praticamente todos junto ao Centennial Olympic Park, que assinala os Jogos de 1996. Também existe o aquário ou as instalações da CNN, com visitas guiadas, mas no College Football Hall of Fame a interatividade ganha vantagem. Somos convidados a entrar no mundo do futebol americano universitário, a compreender a cultura e a paixão e, mais importante, a experimentar fazer passes como um quarterback e a rematar aos postes. Se a paixão por desporto for ainda maior, dependendo da altura do ano, há sempre a hipótese de ir ver um jogo, seja dos Braves, dos Falcons ou dos Hawks.