Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

atlas de bolso

travel blog

Sex | 25.10.19

Top-5 do Japão

Rui Pedro Silva

 

Fazer uma lista das melhores coisas a fazer num país como o Japão é tão ingrato que nem sequer devia ser possível. O país oferece muito de tudo um pouco e quase conseguíamos fazer inúmeros top-10 de coisas que gostaríamos de ter visitado mas que tiveram de ser adiadas para uma futura visita (vai acontecer, é uma questão de tempo). Depois de muitas indecisões, chegámos a esta lista. Pode ser que ajude.

 

1. Visitar o Museu da Paz em Hiroshima

A hora fatídica

Não é a atividade mais divertida – nem pouco mais ou menos – mas conhecer o Japão é também aprender mais sobre uma das páginas mais negras do século XX. No coração da cidade, não muito longe de onde caiu a bomba, o Museu da Paz de Hiroshima oferece um espaço que promove a reflexão e o contacto com a história das milhares de vítimas, das crianças aos mais velhos.

 

2. Madrugar em Quioto com o Fushimi Inari

O amanhecer é... lindo de morrer

Local perfeito para fotografias, o Fushimi Inari é muito mais que isso. Se chegarem cedo (mas mesmo cedo, por volta das sete da manhã), vão poder andar livremente e desfrutar de cada um dos segmentos de toriis consecutivos a perder de vista. O silêncio e o ar da montanha fazem com que se sintam no sítio certo, os inúmeros degraus nem por isso. Mas vale muito, muito, muito a pena.

 

3. A comida, claro, a comida!

Comida para dar e vender (vá, só para vender)

Podemos falar do ramen de Sapporo, da comida de rua de Osaka, do okonomiyaki de Hiroshima, dos pequenos donuts de soja em Quioto, de tudo e mais alguma coisa em Tóquio. É impossível estar no Japão sem ficar rendido à sua gastronomia. Façam dieta antes da viagem, se for preciso, mas não deixem ficar nada por comer durante aqueles dias. Acreditem, vão sentir falta quando voltarem.

 

4. Um final de dia em Asakusa

Uma das zonas com melhor ambiente de Tóquio

Já dissemos quase tudo no guia de Tóquio: «Vale a pena visitar a qualquer hora, mas ao anoitecer ganha um encanto especial, já que tem várias ruas completamente cheias de restaurantes e um mercado que vos vão permitir experimentar um pouco de tudo». E as cores, as cores com o pôr-do-sol enfeitiçam.

 

5. Ser engolido pela azáfama em Shibuya

A "sorte" de ir em época baixa

O Japão é um país tão singular que tem numa passadeira para peões uma das suas atrações mais… movimentadas. Fica em Shibuya, perto de uma das zonas mais concorridas da cidade, e chega a receber milhares de pessoas – entre trabalhadores, jovens estudantes e turistas – por minuto. Depois de se divertirem no meio da confusão, sugerimos a subida ao topo do edifício Magnet, seja para o observatório ou para o Shibuya Parlor, um excelente local para uma sobremesa deliciosa… com vista para a passadeira. Encarem esta sequência como a bonança antes da tempestade.