Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

atlas de bolso

travel blog

Qui | 08.11.18

Toulouse como solução para o aborrecimento

Vista sobre Toulouse

Planear viagens tem tanto de preparação como de improviso. Quando começámos, em 2013, tínhamos uma lista de cidades europeias que queríamos mesmo visitar mas não demorou muito até começarmos a ceder ao improviso do preço imbatível que não podemos não aproveitar.

 

De meses a meses, sentamo-nos à mesa, cada um com uma caneta e uma folha de papel para estabelecer os nossos top-15 individuais. Depois de escrever, atribuímos um ranking acumulado às nossas escolhas: se uma cidade estiver no primeiro lugar dos dois, tem dois pontos e será, à partida, o nosso maior desejo de viagem. E por aí fora.

 

Pode ser um exercício bonito na teoria mas raramente passa para a prática. Cada vez mais as viagens que fazemos, sobretudo as escapadelas europeias, são fruto do preço imbatível que encontramos. A última delas foi Toulouse (em outubro de 2018) e nasceu de uma tarde de aborrecimento em pleno Mundial-2018.

 

Portugal podia estar a jogar – ia ser eliminado pelo Uruguai – mas a Sarah não estava muito ligada à televisão. Estava entediada e decidiu procurar bons preços de viagem. Algures a meio do jogo, virou-se para mim e perguntou: «Queres ir a Toulouse aproveitar o feriado do 5 de outubro?». Disse-lhe que sim. Nunca digo que não a uma viagem. A ideia matutou durante alguns minutos e recebemos o e-mail de confirmação da compra nove minutos depois de Portugal ter perdido o jogo.

 

Não tinha – nem ela – qualquer expetativa sobre Toulouse. Curiosamente, França tem sido um chamariz de viagens, entre obrigatórias como Paris (seja sozinhos ou para visitar família e amigos), para visitar família em Lille ou para pequenas escapadelas improvisadas em Estrasburgo e Lyon.

 

Pensámos que Toulouse seria semelhante. Pessoalmente, achei mesmo que estaria aquém das restantes. Estava enganado, muito enganado. O tempo durante aqueles três dias – apesar de uns períodos chuvosos no domingo – ajudou a descobrir uma cidade pequena o suficiente para se fazer a pé e mais do que bonita para guardar uma recordação especial.

Passeios por Toulouse

E sim, também houve desporto envolvido. Vi desde muito cedo que a equipa de futebol jogava em casa logo no 5 de outubro mas nunca estive entusiasmadíssimo para ir ao estádio. Por outro lado, só mais em cima da viagem é que decidimos confirmar se a equipa de râguebi, presente no conceituado Top-14 (primeira divisão do campeonato francês), também jogava nesse dia.

 

Foi a cereja no topo de um bolo cozinhado à custa do aborrecimento da Sarah. E compensou. Porque nunca há razões más para decidir fazer uma viagem (bom, até pode haver, mas essa frase não ficaria tão bem a terminar o texto).

 

 

Voo (ida e volta, por pessoa): 48,65 euros, Ryanair
Alojamento (por noite, para duas pessoas): 43,56 euros

4 comentários

comentar post